>

Muitos servidores do Senado desconhecem o fato, mas os computadores funcionais têm recursos que permitem driblar os direitos autorais. Com os devidos cliques, uma extensa lista de filmes, músicas e jogos eletrônicos ficam à disposição do usuário. Qualquer pessoa com senha da rede interna consegue acesso fácil à programação. Tudo gratuito.

Os passos para se chegar ao espaço de entretenimento virtual estão escondidos no ícone “Meus locais de rede”. Um clique em “Outros locais”, seguido de outro em “Toda a rede” e mais um em “Rede Microsoft Windows” levam ao endereço de 13 servidores. Um deles, sob a denominação “Senado”, guarda centenas de pastas com diversos arquivos onde estão gravadas obras audiovisuais.

Leia a reportagem completa no Congresso em Foco
Anúncios