>

A classe artística precisa se mobilizar contra isso!!!

A proposta do Senador Marcelo Crivella para a Lei Rouanet (que as entidades religiosas também possam se utilizar desse incentivo) teve seu parecer favorável, na Comissão de Educação.
A proposta tramita desde março de 2005.

Confiram:
http://www.senado.gov.br/sf/atividade/Materia/getPDF.asp?t=24558

A Lei Rouanet foi criada com um fim específico que é o de atender as demandas culturais e suas especificidades.
Na carona, o Senador Crivella tenta incluir as denominações religiosas no âmbito da Lei desde março de 2005. E, agora, como podemos conferir no link acima a Comissão de Educação do Senado “aprovou” o pedido.
Já é tão difícil para a militância artística ver aprovado um projeto para obtenção do Pronac (Protocolo Nacional de Cultura) expedido pelo Ministério da Cultura.

Depois, mais difícil ainda a captação dos recursos para, finalmente a execução dos projetos culturais.

As empresas brasileiras que tem como bandeira o investimento em cultura, acreditando verdadeiramente que esse é um mercado que gera empregos e renda, são poucas. O espectro de captação para o produtor é pífio.

Com todo respeito, as denominações religiosas deveriam pleitear uma lei de incentivos só para elas. A exemplo do meio ambiente e esportes. Ou não!!! Afinal, cada entidade religiosa tem sua estrutura e financiamento próprio.

Anúncios